Reconstrução Mamária

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele o melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando 1% do total de casos da doença.

Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto em países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento. Existem vários tipos de cânceres de mama. Alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem bom prognóstico.

O diagnóstico de câncer de mama, associado à cirurgia que removerá a neoplasia e muitas vezes a mama acometida, deixa sequelas físicas e psicológicas. Para minimizar este tipo de sequelas temos a reconstrução mamária, que pode ser realizada de forma imediata ou tardia.

Quando realizada de forma imediata, durante o mesmo ato cirúrgico em que é retirada a mama, o cirurgião plástico já inicia a reconstrução da mama; e nos casos em que a mama já tenha sido retirada, o cirurgião plástico irá escolher a melhor opção de retalho para reconstrução da mama. A reconstrução secundária é um processo mais demorado e complexo do que a reconsrução primária, mas pode ser realizado com a obtenção de nova mama para a paciente.

É importante ressaltar que durante a reconstrução mamária os procedimentos cirúrgicos são realizados em vários tempos cirúrgicos e além da mama é confeccionado o complexo aréolo mamilar.

DICA

Realize o autoexame das mamas com frequência e consulte seu mastologista com regularidade. O diagnóstico precoce salva-vidas.

voltar

Onde Estamos

Av. Itacaiúnas, Nº 1878 | CDMA | sl 202
2º andar | Cidade Nova | Marabá/PA
(94) 99282.0001 | 98407.9403
Horário de funcionamento: de segunda à sábado.

DR. ANDRÉ PAESE © 2019. Todos os direitos reservados.